sábado, 2 de outubro de 2010

"PAPAS DE MILHO UM MANJAR"

Por Ernesto Rosa

Sardinhada lhes inspira
Um pitéu de regalar
Com que Eugénia e Zulmira
Quiseram presentear.

Após as vermos chegar
E tentarmos estender
Ouvimos declarar
Quem gosta venha comer.

Frescas inda a ferver
A sardinha a bronzear
Permitiu-nos reviver
-Alguns transes p´ra esquecer
com sardinheira a tardar
À dúzia vinha vender
Aos que podiam comprar

É um dever relevar
Acção assaz excelente
Vindo o Baleiro enlevar
-Espaço para bem mirar-
um sabor de antigamente
ao gosto da nossa gente
Não podendo sonegar
O efeito do Vicente
Consumiria estou crente
Papas de milho um manjar.

PENSAMENTO
…puxar a brasa!!!... …sem
limite prometidas!!!???...

Ernesto Rosa
Corterredor – 2010-08-15

Poema retirado do Jornal “O Varzeense” de 15 de Setembro de 2010

Sem comentários:

Publicar um comentário